O projeto pretende abordar de forma lúdica temáticas ecológicas através do teatro, circo e música, nas comunidades do entorno do Parque Estadual da Serra da Tiririca.

Para isso, realizará gratuitamente visitas guiadas com crianças pelo Circuito Turístico Caminhos de Darwin, que culminará na apresentação da peça Sobrevoar.

Além de produzir festejos nas escolas municipais da região oceânica, com a apresentação de teatro, oficinas de circo e uma mostra de trabalhos socioambientais e artísticos-culturais locais.

2.png

  Saiba mais…

 

 

 O projeto Ecoarte foi inspirado pelo conceito de multiplicidade, para apoiar as atividades culturais de caráter inovador, experimental, revolucionário, no âmbito do lazer, da arte, da educação e da ecologia.

 Ações que estimulem uma nova educação pela arte e para a arte, no sentido de uma ecosofia, instaurando uma nova forma de pensar as relações do ser humano, nas dimensões psicosubjetiva, social e ambiental.

 Nesse sentido, foi elaborado um roteiro pedagógico ecoartístico para o Caminho Darwin, em parceria com o Parque Estadual da Serra da Tiririca (PESET), com o objetivo de promover a preservação e o uso sustentável do patrimônio cultural, histórico e ambiental do Circuito Turístico Caminhos de Darwin, tombado pelo município de Niterói como patrimônio cultural imaterial (lei n°2986/2012).

O roteiro compreende visitas guiadas pelos condutores ambientais de visitantes do PESET (credenciados pelo INEA-RJ).

Foco nas crianças da rede municipal de educação de Niterói.

O espetáculo, que traz um cenário delicado com bastidores com tecidos brancos rendados, e uma grande gaiola ao centro, faz uma analogia poética entre Viver e Voar, entre Sonho e Liberdade.

E além, fala sobre que é ausência, a partida, a saudade.

0cfc8e08-423a-4a28-8598-2f7502b151b6.jpg

O amor às aves é o ponto de partida para uma história encantadora.

Com músicas de Luiz Gonzaga, Jessé, Chico Buarque, Paulinho Pedra Azul, Geraldo Azevedo, entre outros, o espetáculo encanta, educa e emociona a todas as idades.

 Em cena o encontro entre uma jovem que vive trancada em uma gaiola, por achar perigoso o mundo aqui fora, e um viajante, um andarilho contador de histórias apaixonado pelas aves.

 Um teatro essencialmente artesanal, humano, mas com grande fundamentação estética, filosófica.

 Um “teatro de encontros” com um diálogo direto com a plateia, de músicas populares interpretadas ao vivo, com voz, flauta transversal e violão, e aves coloridas esculpidas em madeira que voam em cena.

 Um roteiro de encontros, onde personagens aparecem para conversar com as crianças na passassem para a trilha da nascente d`água (recém catalogada pelo projeto Água Escondida, da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói).

No caminho será abordado aspectos de relevante interesse histórico-cultural-ambiental da região até a Casa Darwin, núcleo de educação ambiental do PESET.

 No espaço da Casa Darwin, as crianças entrarão em contato com a exposição sobre a vida de Charles Darwin, com o mural de fotografias de aves da região (Clube de Observadores de Aves do RJ), finalizando com a apresentação da peça de teatro Sobrevoar.

O espetáculo, que traz um cenário delicado com bastidores com tecidos brancos rendados, e uma grande gaiola ao centro, faz uma analogia poética entre Viver e Voar, entre Sonho e Liberdade.

 E além, fala sobre que é ausência, a partida, a saudade. O amor às aves é o ponto de partida para uma história encantadora. Com músicas de Luiz Gonzaga, Jessé, Chico Buarque, Paulinho Pedra Azul, Geraldo Azevedo, entre outros, o espetáculo encanta, educa e emociona a todas as idades.

Sobrevoar é um espetáculo do grupo Teatralmente, que teve sua estreia em dezembro de 2015, no Parque Lage.

De lá para cá, já ocorreram 138 apresentações em teatros, praças, escolas e creches públicas, instituições assistenciais e/ou filantrópicas, nas cidades de Niterói – RJ, Rio de Janeiro – RJ, São Paulo – SP, Mineiros – GO, Rio Verde – GO, Itaguaí – RJ, Cabo Frio – RJ, Casimiro de Abreu – RJ, Macaé – RJ, Rio das Ostras – RJ.

O grupo Teatralmente, fundado em 2005, é um grupo de artistas criadores, atores, artistas circenses, músicos, escritores, artistas visuais, em um coletivo de intercâmbio de linguagens, com influência do teatro de rua, da música e da cultura popular. 

O grupo possui recursos técnicos próprios, como sistema de som e luz profissional, projeção digital e material para as oficinas de malabarismo (diabolos), equilibrismo (perna-de-pau e tambores) e acrobacia aérea (tecido, lira e corda

Além das apresentações para as crianças no Caminho Darwin, o projeto também tem como objetivo produzir festejos nas escolas municipais do entorno do Parque Estadual da Serra da Tiririca.

 Entende-se que os festejos são parte da cultura popular, essência desse trabalho.

 A intenção é aproveitar os sábados letivos que já ocorrem nas escolas municipais com os familiares e moradores do entorno das escolas, para envolver também outras instituições, associações e manifestações locais, com a finalidade de valorizar a culltura local, expondo o resultado dos trabalhos sociambientais e artístico-culturais da região.

A realização dos festejos ecoartísticos também contará com a apresentação da peça Sobrevoar e oficinas de circo de diferentes modalidades. 

Esse evento visa não só valorizar e difundir o conjunto das manifestações sociais, ambientais, culturais e artísticas, mas participar os cidadãos, de uma forma leve e alegre, sobre as ações que vem sendo desenvolvidas na comunidade, relevantes para a preservação do patrimônio ambiental e cultural da região oceânica de Niterói.